quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Odeio que gritem comigo

Deve ser a melhor coisa que podem fazer para me pôr instantaneamente a chorar. E depois ainda choro mais de raiva, por me achar uma fraca que não suporta uns gritos dirigidos a mim, estilo criança de 3 anos. Porra.

8 comentários:

  1. Eu já fui assim, depois comecei a tentar manter a calma e dizer o que penso sem me irritar.

    Espero que estejas melhor.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  2. exactamente o que me acontece... mas de vez em quando também me imponho, e grito mais alto. é feio, eu sei, mas tenho de mostrar que eu também tenho sentimentos

    ResponderEliminar
  3. Já fui assim. Agora espero que deixem de gritar. Depois digo o que tenho a dizer. A seguir vou para um canto qualquer e choro tudo o que tenho a chorar.

    Gostei imenso do teu blogue!

    ResponderEliminar
  4. como eu sei o que é isso! odeio que me gritem, e muito menos que gritem para me mandar fazer qualquer coisa! odeio que não me deixem em paz, no meu silêncio! mas com o tempo acho que vou conseguindo controlar um pouco isso, ainda que seja impossível a maior parte das vezes ;) força, um beijinho*

    ResponderEliminar
  5. sou igualzinha a ti, incrível...

    ResponderEliminar
  6. Posso ficar triste ou irritada por dentro, mas raramente demonstro!

    ResponderEliminar
  7. És como eu. Não suporto que gritem comigo e ainda grito mais, é difícil não responder.
    Gostei muito do blog, estou a seguir :)

    ResponderEliminar