segunda-feira, 19 de julho de 2010

E assim se cresce e se aprende

Eu já caí no chão no meio de montes de gente enquanto beijava e deixei-me estar no chão a rir. Eu já me ri na cara de um professor que tinha acabado de dizer que o próximo que piasse ia imediatamente para a rua. E fui, agarrada à barriga de tanto rir. Eu já risquei a parede do quarto dos meus pais com um cinto e pintei-a novamente, mesmo antes de eles chegarem. Eu já participei numa manifestação estúpida. À saída de um festival, no meio da estrada, já dei várias voltas ao carro, na procura de uma porta para entrar enquanto os meus pais estavam dentro do mesmo à minha espera e, quando entrei, disse, com os típicos olhos de quem fumou demais o que não devia, "entããão, tudo fixe pá?". Eu já roubei, várias coisas, em várias lojas, à frente de várias pessoas. Já me levantaram a saia quando eu tinha umas cuecas com o Snoopy estampado no cu. E muita gente viu. Eu já adormeci na areia, ao lado de uma fogueira, e acordei à chuva. Já beijei quem tinha acabado de vomitar e não me lembrei. Já tentei dar um mortal e fui de cara ao colchão. Literalmente. Eu já fui com amigos para a piscina de um hotel, sem estar hospedada. E fui expulsa. Eu já chorei baba e ranho à frente de clientes enquanto trabalhava e tentava dizer a uma colega que precisava de uma esfregona. E hoje rio-me imenso quando me lembro disto. Já fiz uma rasta e cortei-a no dia seguinte, daí agora ter um lado do cabelo maior que outro. Já estive alcoolizada encostada a uma pessoa que me disse "vê só se não vomitas em cima de mim" e eu virei-me para o lado contrário e vomitei, à frente de muitos amigos meus. E jurei para nunca mais. Eu já despejei, em cima de uma mesa de uma esplanada cheia de gente, um saco que continha um vibrador rosa choque, preservativos, algemas e fitas de cetim, enquanto dizia a um amigo "olha a prenda que me deram!". Já dancei, à volta de uma fogueira sozinha e sem música, a suposta dança da chuva. E duas horas depois estava a chover. Já cantei o "apitó comboio" no meio de um concerto. Eu já gritei "vai pra casa!" a um cantor que cantava ópera numa gala equestre, no pequeno momento silencioso em que a música tinha acabado e as pessoas ainda não estavam a bater palmas. E levaram-me dali para fora. Já apanhei o pior susto quando, alcoolizada, segui uma amiga pela praia às 3h da manhã e, ao deixar de a ver, julguei que ela era um fantasma. Eu já gritei e fui ter com pessoas que julgava conhecer e, depois, não eram elas nem sequer eram parecidas. E ri-me. Já me encharquei a mim e a mais dois amigos porque estava a chover e eu me esqueci de fechar a porta da tenda, de madrugada. Já rasguei o joelho num tijolo partido por não ouvir a minha mãe que me disse para não brincar ali, e fui cosida a sangue frio, o que resulta numa cicatriz que me acompanhará pela vida. Já me pendurei num roupeiro e levei com ele em cima. Já cometi muitos erros, já fiz muitas figuras e já passei muitas vergonhas. Demasiadas talvez. Com tudo isto, já aprendi muito. Provavelmente não o suficiente, mas tenho a certeza que muitas das coisas não vou tornar a fazer.

E vocês, quais foram as vossas piores vergonhas/figuras/erros até hoje?

13 comentários:

  1. eu ja me esqueci da chave do nosso apartamento do lado de fora da porta às quatro da manhã, na viagem de finalistas em andorra. e depois às cinco da manhã acorda toda a gente porque estão dois homens desconhecidos no nosso corredor q abriram a porta a dizer para termos mais cuidado --'

    ResponderEliminar
  2. Já virei um catamaran (dos pequenos, obvio) em alto mar e pensei que fosse morrer naquele momento

    ResponderEliminar
  3. Ri-me tanto com estas confissões! Por acaso não me lembro de nada especifico.
    Já me aconteceu também ter ataques de riso em frente a clientes e não conseguir parar de rir. Alguém me falar de coisas banais e começar a chorar. De apanhar uma bebedeira e ir dançar com os seguranças (segundo me contam).. lol
    coisas parvas =)

    ResponderEliminar
  4. Adoro ler estas coisas! Eehehehehe! Gosto de conhecer as pessoas para além do nick/name.

    ResponderEliminar
  5. eras a rapariga que estava à porta da reprografia?

    ResponderEliminar
  6. Huum não me parece que seja passageira. Aliás, só se assumem como bissexuais quando já têm a certeza que assim são mais felizes.

    Ah! Já conheces a Josephine :b

    ResponderEliminar
  7. Gostei :)

    Passa pelo meu blog e diz o que pensas sobre os produtos oriflame.
    ---
    Muitas pessoas gostariam de se inscrever, tu tens essa oportunidade, gratuitamente!

    ResponderEliminar
  8. Sim ahah Oh, gostei bue do final do Lua Nova, e deixou-me mesmo em pulgas para ver o Eclipe. Como estava sempre a ouvir que este é que era o melhor e mimimi, esperava mais do filme.
    E o que achaste dos livros? (só li mesmo o primeiro)
    beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Ja me aventurei a descer uma pista preta de competiçao de ski porque achei que "era facil"...e a meio fiquei com medo, achei que o melhor era tirar os skis dos pés...esqueci-me só que a inclinação era tão grande que deitada na montanha parecia que estava em pé!!!

    Começei a escorregar e vim a rebolar até cá abaixo a comer neve e a fazer uma pequena avalanche!! Foi um momento unico!

    Depois de me passar o medo de ter achado que ia morrer começei a rir e não parei durante muito tempo... =)

    ResponderEliminar
  10. também eu, e parece-me o mais indicado

    ResponderEliminar
  11. Amei a lista! Ainda há muita coisa, aliás, ainda tenho tudo isso para viver, porque ainda não vivi absolutamente nada comparado contigo!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  12. Já me aventurei a experimentar atravessar um rio por Paralelas e nem meio do rio tinha chegado e já estava pendurada apenas por um pernas...
    Lá tive de esperar que alguém me fosse buscar porque não tinha força suficinte para suportar o meu peso apenas com os meus braços.

    Já comi um cachorro antes de adormecer e vomitei-o a porta do aeroporto 2horas depois.. mesmo antes do check-in.

    Já fiz uma prova de orientação e perdi-me nos primeiros 500metros.

    Já roubei água para beber durante um dia bem quente em que eu estava a distribuir panfletos.

    Já fui ver o mesmo filme 3 vezes ao cinema e chorei como uma madalena arrependida das 3 vezes.

    Já gastei dinheiro com um bilhete de cinema.. no qual durante o filme estive sempre a tapar os olhos e os ouvidos.

    Já me mandaram calar no meio de um concerto de Maria Rita.. porque eu estava a cantar.

    Já deixei um cigarro no meio do cabelo de uma gaja rastafari porque depois de lhe pedir delicadamente para não esfregar o cabelo na minha cara ela não quis saber.

    Já tentei partir um dedo só porque toda a gente já tinha usado gesso menos eu. E não consegui.

    Já estive debaixo da linha do comboio e levei com mijo em cima no momento em que ele passou.

    Já comi formigas no meio de bolachas com manteiga (as quais eu não sabia que lá estavam). E não gostei.

    Já fui confundida com uma 'puta' enquanto esperava por os meus colegas de trabalho na beira da estrada.

    Já mijei de pé num urinol.. bebada.

    já.. :)

    ResponderEliminar